Quem sou eu

Minha foto
Brasília, DF, Brazil
Mtad d mim é o q eu grito mas a outra metad é silêncio. pq metad d mim é partida mas a outra metad é saudad.1 mulher inundada d sentimentos pq metad d mim é o q ouço mas a outra metad é o q calo. metade d mim é o q penso mas a outra metad é um vulcão. metad d mim é a lembrança do q fui e a outra metad eu não sei.metad d mim é abrigo mas a outra metad é cansaço. E q a minha loucura cja perdoada pq metad d mim é amor e a outra metad tb.

21/05/2009

Te amo x te odeio x amo x gosto x desprezo...






Cada vez mais, percebo que sei menos. Menos sobre a vida, menos sobre o mundo, as pessoas, relacionamentos... menos sobre mim.
Passei 23 anos da minha vida acreditando no príncipe encantado montado em um cavalo branco e agora eu não espero que ele venha nem de bicicleta.
Acreditei que amor durava para sempre e que vencia tudo, agora desacredito que ele de fato exista.
Vivi muito tempo sobre a crença de que os homens são todos iguais, mas não! Uns são piores que outros.
Pensando nisso é que várias contradições me vieram a mente.
Como é que alguém pode te proporcionar momentos de felicidade plena e sublime e outrora te fazer sentir uma pessoa tão pequena e sem importância? Vivemos constantemente em uma linha muito tênue entre o céu e o inferno, o doce e o amargo.
A verdade é que as pessoas estão com um foco muito grande em cima do hoje, esquecendo do ontem e ignorando como será o amanhã. Para quê plantar e cuidar do cultivo se agora eu estou satisfeito não é mesmo?!
Esse papo de viver intensamente, pois o futuro é incerto, está destruindo os relacionamentos quaisquer que sejam eles. Não se vê mais o zelo como um elo e sim como um meio de ligação em total extinção... a não ser que o zelo seja por seu umbigo, porque aí é altamente compreensivo, afinal ele é seu!!! E a priori, é só dele que irá cuidar.
De fato, algumas coisas permanecerão a meu ver, sem nenhum cabimento... Simplesmente por que fui educada com carinho e um excesso de amor e cuidado ao próximo que fazem de mim, uma exceção em um mundo de pessoas relativamente iguais.
Lembro-me que quando era criança, minha avó (velhinha LINDA e MEGA especial) sempre me disse que amigo nessa vida, se você der sorte – importante frisar... SORTE... você ao final de sua vida terá tido um.
Nunca me conformei com essa afirmação, apesar dela no final poder até ter razão. Fui obrigada a discordar e por não pensar no meu umbigo é que hoje tenho orgulho de dizer que já tenho mais de um e os conservo bem.
Muito me intriga a relação interdependente que existem nos relacionamentos hoje em dia. Enquanto você me servir de alguma forma, eu serei leal à você...quando não... procure outro! Que feio!
Como alguém consegue simplesmente excluir alguém de seu convívio e o pior: como consegue por capricho perder a admiração pela mesma? Isso é o que explica a força de nossos pensamentos. Sabe aquela história de que uma mentira contada várias vezes se torna verdade? É tipo isso.
O mundo tem nos tornados tão calculistas que hoje nós mesmos nos robotizamos... Programamos START para amar alguém que nos oferece algo... Usamos todos os tipos de CTRL + qualquer coisa para copiar estereótipos... e quando essa relação de dar e receber, aonde o “...Venha a nós” tem predominância maior, mas que por algum motivo perdeu a graça, damos glória a Deus por haver a opção END. Como se não bastasse, apagamos toda e qualquer memória do que se foi bom, com um DELETE.
Nessa fusão de interesses e desinteresses momentâneos, viramos até roteiros de filmes... por possuímos mentes “brilhantes”que tiveram um brilho que já não é mais eterno... e por toda essa nossa I. ser totalmente A.
Só o que tenho a dizer é que os devaneios sonhados por nossos pais, não passaram de meros devaneios... Não éramos para ser o futuro do país? Do mundo? Era o esperado, mas não gostamos da idéia e adotamos o lema: Keep Shitting and Walking for them... e no fundo...for us 2. Paciência né?! Eu prefiro ver por outro ponto de vista!!!

Um comentário:

Silvia Mara disse...

Menina..vc não existe!!!